Que tal uma visita a Fondazione Prada?

Fundação Prada: um local de luxo arquitetônico e artístico

Localizada em Milão, na Itália, a Fundação Prada (Fondazione Prada) vem promovendo exposições em armazéns e igrejas abandonadas de Milão há mais de 20 anos, levando artistas contemporâneos como Anish Kapoor e Michael Heizer ao conhecimento do público italiano.

No final de 2014, a Fundação Louis Vuitton abriu um centro de artes em Paris. O projeto foi de Frank Gehry e custo estimados US$ 143 milhões. E não querendo ficar para trás, a Prada dedicou um espaço ainda maior para as artes em Milão.

É surpreendente como a enorme expansão do sistema de arte tenha ocorrido em um número reduzido de tipologias que expõem a arte. Para aparentemente satisfazer a todos, o espaço industrial abandonado tornou-se preferência padrão de arte – que é atraente devido as suas condições previsíveis que não desafiam as intenções do artista e que pode ser animado, ocasionalmente, em gestos arquitetônicos excepcionais.

A nova Fondazione Prada é projetada em um antigo complexo industrial, mas com diversidade incomum de ambientes. Neste complexo, estão adicionados três edifícios – um grande pavilhão de exposições, uma torre e um cinema – para que represente uma verdadeira coleção de espaços arquitetônicos, além da sua participação no mundo artístico.

A Fundação não é um projeto de preservação e não é uma nova arquitetura. Duas condições normalmente são mantidas separadas aqui se confrontam em um estado de permanente interação – oferecendo um conjunto de fragmentos que não congelam numa única imagem ou permitam que qualquer parte domine as outras.

O novo e o antigo, o horizontal e o vertical, o largo e o estreito, branco e preto, o aberto e o fechado – todos esses contrastes estabelecem a gama de oposições que define o projeto. Com as inúmeras variações do espaço, a complexidade arquitetônica promoverá uma programação aberta estável, onde a arte e a arquitetura se beneficiarão dos desafios de cada uma.