Púbis: depilar ou não?

Entenda a depilação íntima masculina e suas recomendações

Diversos homens se tornaram adeptos da depilação e a fazem em várias partes do seu corpo. Além disso, muitas mulheres preferem ver os homens sem pelo algum. Mas, depilar ou não depilar?

Existem várias vantagens da depilação pubiana masculina. Lembre-se que fazer a depilação do seu púbis é normal. Você pode ouvir alguns caras dizendo que raspar seu púbis é doloroso, mas não é de todo verdade, porque isso só acontece com aqueles que não o fazem direito e com os cuidados necessários.

Segundo o urologista Rômulo Vasconcelos, esses pelos servem muito mais como uma bússola cronológica sobre o desenvolvimento do homem com relação à puberdade do que como protetor de agentes externos, como fungos e bactérias. Ao contrário do que muitos pensam, nos homens, a falta de preocupação com o corte dos pelos pubianos pode causar problemas de saúde.

“Enquanto entre as meninas a falta de pelo pode ser um perigo, o excesso deles pode causar problemas aos homens. Resto de urina, suor e células mortas se acumulam nos pelos e podem gerar infecções fungicidas. É um ambiente quente e úmido, ótimo para a proliferação desses microrganismos nocivos”, afirma ainda o médico.

Tanto pelo fator estético mais principalmente a questão da higiene, aparar os pelos da região íntima é até aconselhável. Agora, alguns homens preferem à opção “liso total” o que merece muita atenção principalmente pelo método de depilação escolhido.

 

BENEFÍCIOS

É considerado esteticamente mais agradável. Além disso, as mulheres afirmam que a remoção dos pelos facilita a execução do sexo oral. Outra vantagem extra é que o pênis fica aparentemente maior, isto porque não há nada cobrindo o real tamanho ou escondendo sua base.

COMO FAZER

A depilação íntima masculina pode ser feita com diversas técnicas, desde soluções definitivas – como o laser – até a precária utilização caseira da lâmina. A mais comum no momento é a depilação íntima masculina com cera quente, que não é definitiva.

Ela é uma das formas mais eficazes e simples de livrar-se dos pelos na região genital e, embora o recomendado seja que você recorra a um salão profissional, a técnica não é tão complicada a ponto de não poder ser feita em casa.

Porém, considerando que a região é muito sensível, não só quanto à reação a alguns materiais quanto à dor. A depilação a laser ou a fotodepilação podem ser boas opções se você já decidiu que quer manter a área livre. Por mais que doa um pouco, o resultado vale a pena. Quanto ao depilador elétrico, lembre-se de que a região do escroto e perianal são mais sinuosas e merecem cuidados redobrados.

RECOMENDAÇÕES

Dê preferência às cuecas de algodão e aposente as de tecidos sintéticos. O risco de irritações e outros problemas serão menores.

Não exagere no sabão em pó ou amaciantes para lavar roupas íntimas, ele podem causar alergias, a dica é lavar com sabão de coco.

Não lave a área íntima com sabonetes comuns. Opte pelos líquidos especiais para essa região, que têm pH diferenciado, ou use os neutros.

Banhos quentes antes da depilação facilitam a abertura dos poros da pele e a remoção, porém no pós depilatório podem machucar a área depilada. Priorize a água morna.

CUIDADOS COM A PELE

Tenha muito cuidado com produtos feitos com álcool. Adstringentes com álcool na composição, especialmente se usados depois de você se depilar, vão causar uma dor tremenda. Eles também podem destruir a proteção natural da pele.

Evite exposição ao sol após a depilação, independente da técnica utilizada. A depilação a laser e a fotodepilação exigem ainda mais cuidado. Como via de regra, para proteger sua pele, use sempre filtro solar específico, seja para corpo ou rosto.

Esfoliar a pele é uma ótima prática para mantê-la limpa e saudável. Mas, depois da depilação, é necessário aguardar um tempo, de uma a duas semanas, para poder recorrer à esfoliação. Sua pele, após a sessão, fica mais sensível que o normal.

Evite praia, sauna e piscina logo após se depilar. O sal da água do mar ou os produtos químicos da piscina podem causar ardência no local. No caso das saunas, o calor e o vapor excessivos podem resultar em manchas.

Hidrate seu corpo sempre, bebendo muita água. Pele desidratada fica mais sensível e mais suscetível a várias complicações.