Problemas com a ereção? Saiba os cuidados que devemos tomar e como sanar esse caos

Problemas com a ereção é comum entre os homens. Entenda mais as causas e sintomas, além de seu tratamento.

Um estudo feito pela USP aponta que metade dos homens possui problemas com a ereção, sendo 50% adultos de 40 anos. Problemas de ereção consistem na incapacidade de atingir ou manter uma ereção suficiente para um desempenho sexual que seja considerado satisfatório. O pênis não consegue ficar totalmente rígido (ereto) para que seja feita a penetração.

Os dois fatores que influenciam na perda da ereção estão associados aos fatores psicológicos e aos físicos do homem.

Nos fatores psicológicos, estão associados ao nervosismo, tensão e medo durante a prática sexual, o que acaba afetando o desempenho do homem. Esses efeitos acabam aumentando a adrenalina e consequentemente reduzindo o fluxo sanguíneo necessário para obter e manter uma ereção. Após repetirem fracassos sucessivos, o corpo estará acostumado em liberar a adrenalina continuamente durante cada atividade sexual. O que pode acabar criando um ciclo que pode ser difícil de desvincular sem ajuda. Além da depressão, conflitos no relacionamento, perda de atração, inibição sexual, abuso sexual na infância e medo de gravidez ou de doenças sexualmente transmissíveis (DST) são comuns para aqueles que sofrem por fatores psicológicos.

Já em casos físicos estão ligados à saúde do homem, sejam eles por fatores que envolvem diabetes, hipertensão arterial, colesterol alto ou triglicérides, tabagismo, uso excessivo de bebidas alcoólicas e arteriosclerose (aumento, espessamento e endurecimentos das vias arteriais do pênis).

As dicas para se evitar os problemas com ereção seriam: dormir bem – segundo pesquisa, aqueles que possuíam mais impotência sexual tinham um sono fragmentado e despertavam mais durante a noite. Ter uma boa noite de sono ajuda bastante –, drogas – o uso exagerado de bebidas alcoólicas, cigarros, crack e ecstasy têm prejudicado na ereção masculina, assim como medicamentos antidepressivos, que são substâncias que entopem a microcirculação, o que atinge o pênis e a ereção –, machucados – são os fatores que mais agravam problemas na ereção, principalmente, dependendo do machucado, poderá ocasionar na impotência. Tome cuidado –, bicicleta – os homens devem tomar cuidados com os assentos das bicicletas, dando preferência aos bancos sem ponta pronunciada –, barriga – obesidade e sedentarismo aumentam a possibilidade de adquirir uma má ereção e problemas sexuais, por isso pratique esportes e exercícios físicos.

O tratamento contra os problemas de ereção varia muito pelo diagnóstico estabelecido pelo médico. Por isso, buscar ajuda médica é o recomendável para conseguir sanar esse mal que vem atormentando a vida pessoal e sexual do homem. Existem tratamentos eficazes disponíveis contra problemas de ereção, dependendo, sempre da causa que o concedeu.

Sempre siga à risca as recomendações prescritas pelo médico, JAMAIS se automedique. Nunca interrompa o uso dos medicamentos sem consultar um médico antes e sempre siga as prescrições da bula.