Por que é importante ter etiqueta?

Entenda melhor as normas de convivência e como ter boas maneiras

Ter boas maneiras, ou se comportar de uma maneira socialmente aceitável e respeitosa, demonstra não só o respeito, mas também um cuidado e consideração pelos outros. Tal comportamento pode ajudá-lo a ter um melhor relacionamento com as pessoas que você conhece, e com aqueles que você ainda vai conhecer. Por isso, nós do Portal Nó de Gravata vamos lhe ajudar a cultivar os bons modos nos seus relacionamentos com os outros.

Mas afinal, o que são regras de etiquetas?

As regras de etiqueta podem ser entendidas como um conjunto de princípios ou normas que denotam boa educação e bom comportamento. Estas regras definem boas maneiras e bons costumes, tornando a vida cotidiana mais harmoniosa e servindo como um indicador de civilidade. O aprendizado, entendimento e aplicação dos princípios definidos pela etiqueta colaboram fortemente no desenvolvimento e crescimento pessoal do indivíduo.

Por que elas são tão importantes?

Conhecer as regras de etiqueta é um trunfo que diferencia e qualifica as pessoas. Aqueles que dominam estas regras obtêm muito mais sucesso na vida pessoal e profissional. Não atoa ele é conhecido como inteligência social, assim, se você deseja obter sucesso e ser reconhecido como uma pessoa muito educada e de bons princípios, demonstra possuir inteligência e sabedoria, pois estas regras são extremamente importantes no meio familiar, social e em nossas relações de trabalho.

A boa educação é um treinamento contínuo que se inicia na infância e prossegue por toda a vida, desenvolvendo a comunicação entre as pessoas, promovendo alegria, além de fazer aflorar virtudes que constituem a base para o bem-estar.

Acima de um bom currículo que apresente uma excelente qualificação acadêmica e experiência na área desejada, muitas vezes se faz importante ter boas noções de como se comportar em diferentes situações sociais. A prática das normas de convivência social quer sejam chamadas de boas maneiras, de etiqueta ou cerimonial, deve ser valorizada quando representar um culto a valores importantes de serem cultivados, que nos elevem a uma condição de seres mais humanos.

Vale à pena cultivar hábitos que vão nos tornar mais disciplinados, discretos, afáveis, tolerantes e prudentes, dentre muitas outras virtudes que, além de favorecer uma convivência mais benigna e elevada com os nossos semelhantes, nos tornam seres melhores, mais evoluídos e mais felizes.

Por mais simples que possa parecer, conceitos básicos de boa educação devem sempre ser mantidos em mente. Palavras chave como “Obrigado”, “Com licença” e “Boa tarde” quando utilizadas no momento certo podem demonstrar uma cordialidade importante, mostrando que você é uma pessoa com o comportamento desejado e de bom relacionamento com aqueles a sua volta.

As boas normas de conduta não existem por que sim ou para atender aos caprichos de alguém. Elas sustentam a ordem social. São como as leis. Se não existissem seria o caos. Se os seres humanos fossem disciplinados, discretos, afáveis, tolerantes, prudentes, etc., não seria necessários instituir normas de conduta ou leis, pois se comportariam bem, naturalmente. No entanto, como isso ainda não é uma realidade na nossa civilização – e espero que venha a ser um dia – as normas de convivência social orientam nesse sentido, proporcionando ordem, segurança e acerto ao indicar como se portar e agir em diversas situações.