Pais divorciados: como programar um final de semana especial com seu filho?

Ao amor dos filhos, saiba como organizar um final de semana especial para eles.

Filhos de pais divorciados normalmente sofrem com as consequências do término da relação. A rotina deles se resume em: ora casa de um, ora casa de outro. Muitos tentam submeter aos filhos melhores diversões para que fiquem mais inatos do que esteja acontecendo. Mostrando-os como a vida é possivelmente bela sem a parceria.

O comportamento das crianças varia muito, ainda mais dependendo da idade que possui, sendo que quanto mais novo for, melhor será a adaptação. Entretanto, quando a mudança é muito brusca pode ocasionar em meios em que as crianças se submetem para chamar a atenção, como, por exemplo, reações de ansiedade e angústia que as levam a fazer xixi na cama ou dar chilique por tudo. Além disso, é comum que a criança se sinta culpada, achando que o divórcio dos pais seja sua culpa.

Para conseguir minimizar as reações dos filhos antes e depois do processo, é aconselhável que os pais mantenham uma relação saudável entre si – porque, como afirma estudos, a criança cria a sua personalidade com o ambiente em que ela mais convive: a família. Tranquilizar a criança que tudo dará certo e programar um final de semana que seja especial para ela são fatores que não podemos deixar de lado. Assim como também é de extrema importância mostrá-la que a separação não é uma perda, mas, sim, uma nova situação.

E para que o final de semana seja especial, lembre-se, primeiramente, de programá-lo com antecedência. Buscar fazer uma surpresa para seu filho é de extrema relevância, ainda mais quando é um lugar do gosto dele. Planejar para que tudo seja perfeito, que nada de ruim aconteça com a felicidade dele, é um ponto que não deve ser muito discutido. A vida não é um roteiro, ela é improviso puro. Só cheque, apenas, as constantes que poderá deixar seu filho mais confortável e seguro. Combinar com a antiga parceria para que também desfrute desse momento e que permaneça a par dos momentos, não é vista como uma forma de reconciliação, muito pelo contrário, é vista como uma forma de demonstrar o amor que ambos sentem pelo seu filho.