Pai de primeira viagem? Entenda o que acontece nesse novo universo

Vida nova, universo novo, ser pai de primeira viagem é tudo de bom

Para a maioria dos homens ser pais pela primeira vez é uma experiência assustadora e desconhecida. Enquanto as mulheres aprendem minimamente ao logo da vida como cuidar de um bebê, seja através das brincadeiras de infância e da ajuda com os irmãos, os homens ficam isentos desses cuidados e são direcionados pela própria cultura para longe dessas atividades.

De certa forma, a mulher é preparada para a maternidade desde pequena, e se familiariza com essa ideia desde muito cedo, mesmo que ser mãe não seja sua vocação. E os homens? A maioria não faz ideia de como trocar uma fralda, de como preparar uma mamadeira ou mesmo carregar um bebê no colo. Apesar de todo amor e emoção, quando o bebê chega pode existir um enorme sentimento de estranhamento e de não saber o que fazer com esse serzinho tão frágil. Se este é teu caso, não se preocupe. Com algumas informações básicas conseguirá cuidar direitinho do seu filho e aprenderá a decifrar as suas necessidades, não somente físicas, mas afetivas.

Ciúmes

Durante a gravidez e após o nascimento, o bebê é o centro das atenções. Não seja imaturo a ponto de competir atenção com seu filho. Participe da celebração ao invés de ficar enciumado. Fique feliz com o carinho e atenção das pessoas pelo seu filho.

Orçamento familiar

Replaneje o seu orçamento familiar, e dependendo do seu rendimento será necessário apertar os cintos. Ao invés de roupas e saídas, o investimento será a partir de agora com roupinhas, fraldas, carrinho de bebês, brinquedos, etc.

Dicas

Peça dicas para sua avó, sua mãe e irmãs. Mulheres próximas a você podem fornecer dicas valiosas e necessárias.

Comportamento do bebê

Observe bastante o comportamento do bebê. Preste atenção às diferenças de choro e aos movimentos que ele faz. Existe choro quando ele está com cólicas, que é diferente de quando ele está com fome ou com sono. Com uma boa observação é possível acertar o motivo.

Trabalho

Se você puder diminuir a carga de trabalho nos primeiros meses do nascimento do seu filho, faça isso. Como seu sono estará comprometido isso será bom para você. Consequentemente, para sua mulher e bebê.

Trocar as fraldas

Aprenda a trocar as fraldas com quem sabe fazer (muitas vezes a mãe também está aprendendo). Observe e depois repita o que a outra pessoa fez seguindo as orientações. Insista até ficar perfeito.

Seja um bom marido e pai

Ao voltar do expediente, não chegue em casa reclamando do trabalho. Pergunte como o foi dia de sua mulher, como está o bebê e se ela precisa de ajuda com alguma tarefa. Não se esqueça de que ela deve ter passado o dia inteiro com o bebê no colo, amamentando, trocando fraldas e muito mais.

Chega o momento de estar a sós com seu filho

Você sentirá que valeu a pena passar todo esse tempo de coadjuvante quando puder estar a sós com seu filho. Se o pai dá o suporta à mulher, e ela percebe que ele já está com bastante confiança no sentido de segurar a criança, trocar a fralda e dar papinha, ele já pode sair com a criança.

 

São muitos desafios a serem vencidos; uma total transformação na rotina da família que ora se efetiva, mas certamente você muito recompensado.