Minha filha está namorando: quais cuidados devo conversar com ela?

Entenda como mostrar o meu caminho a sua filha para um relacionamento consciente

Quando os pais sabem que o filho ou filha está namorando, sempre é grande choque. Porém, representa uma etapa importante para o ser humano, pois é nesse período que inicia a atração pelo sexo oposto.

A adolescência é um período muito conturbado para seu filho, marcado por diversas transformações corporais, hormonais e até comportamentais. É, portanto, fundamental que vocês estejam muito próximos da sua filha. E para isso, é preciso estreitar a relação entre vocês: é preciso manter um diálogo, construtivo e sincero, acostumando-se a falar tudo com ela.

Demonstrar que o namoro é algo natural é a base que você precisa para orientar sua filha. Com toda razão, o que mais preocupa os pais é o ato sexual. Para muitos, ainda é difícil conversar sobre isso, mas é imprescindível superar esse obstáculo, já que fazer de conta que não existe essa possibilidade corresponde à grande perigo.

Levando em consideração que a adolescência é um momento de grandes descobertas, a proibição não é a melhor forma de lidar com o assunto. O ideal é a orientação equilibrando liberdade e limites. Esse também é o momento de relembrar valores familiares.

Não tenha medo de expor algumas consequências de alguns atos durante o relacionamento, principalmente os que envolvem atos sexuais. Além disso, é preciso mostrar a ela o comportamento que muitas vezes o parceiro poderá acabar tendo em relação a alguns casos. Esclarecer através do diálogo é o melhor método de que sua filha aprenda o caminho certo, sem que sofra com consequências drásticas.