Hostel ou hotel? Entenda sobre esse dilema que às vezes pode salvar seu orçamento

Veja qual a melhor opção de economia para curtir as férias

Você já se hospedou em um hostel? Conhece os diferentes serviços oferecidos por um hostel e por um hotel? Teria coragem de dormir em um quarto compartilhado com mais cinco pessoas, de nacionalidades diferentes da sua?  

Seu quarto de hotel é uma suíte, tem banheiro só para quem está naquele quarto. Enquanto no hostel, os banheiros são compartilhados. Pode ser um banheiro por andar, com várias cabines, pias e chuveiros para todos os hóspedes ou um banheiro simples para cada quarto. Os hostels também costumam possuir uma cozinha comunitária, enquanto hotéis não têm cozinha disponível, apenas o frigobar.

Outras áreas comunitárias que podem existir nos dois são: bar, sala de televisão, sala de jogos, entre outros. A convivência entre os hóspedes na sala comum é um dos maiores atrativos do hostel, então todos eles possuem algum tipo de convivência. Já no hotel, a interatividade que você tem com a staff do hotel será mínima, resume-se em negociações e a pequenos favores.

Em hostels, o pessoal responsável pela administração do albergue e todos aqueles que trabalham ali interagem ao máximo com os visitantes, sugerem passeios e facilidades, e atuam literalmente como micro-agentes de viagens. Porém, tudo opcional, claro.

Além disso, o público dos hostels costuma ser jovem, mas isso não impede que pessoas de todas as idades se hospedem. É possível levar até mesmo crianças. Estabelecimentos diferentes têm perfis diferentes, é só procurar um que se encaixe nas suas necessidades.

Contudo, o hostel é seguro? É uma pergunta comum de quem não conhece os hostels. Deixar seus pertences e bagagens em um quarto cheio de gente que você nunca viu na vida pode ser preocupante. Todavia, em geral, não há motivo para se preocupar. Os hostels costumam ser bem seguros. Claro, é sempre bom tomar alguns cuidados, mas nada de exagero nas preocupações.

Uma dica: leve um cadeado para sua mala. Os albergues têm armários nos quartos onde os hóspedes podem guardar seus pertences, é só levar um cadeado para trancar o seu. Caso o lugar não tenha armários ou sua bagagem é muito grande, você pode optar em usar o cadeado na sua mala.

Em questão de economia: hostel ou hotel? Uma diferença fundamental: as diárias nos hostels são bem mais baratas do que as dos hotéis. Este é provavelmente a principal razão a qual pessoas que estão em viagens mochileiras internacionais decidem ficar em hostels. Você pode até pagar mais e alugar um quarto privativo ou fechar um quarto comunitário apenas para seu grupo de viagem, mas, em geral, ainda assim sai mais em conta.

Na hora de escolher onde ficar, prefira os hostels que não cobram muitas taxas extras. Existem albergues que cobram pela roupa de cama, por armário, para usar a lavanderia, por acesso ao computador e Wi-Fi. Tudo que é economizado com a diária acaba sendo usado nas tarifas extras. Então não caia nessa. A maioria dos hostels não cobram por estes serviços, procure outro lugar para se hospedar.

É hora para relaxar e curtir o passeio. E se acontecer algo que você não esteja preparado: respire fundo e relaxe.