Homens que roncam: como lidar?

Entenda como funciona o ronco e se existe algo que pode sanar este mau

Cada vez mais casais têm dormindo em camas separadas por causa do ronco. Contudo, será que isso tem solução? Roncar é doença?

O que é?

Antes de tudo, o ronco, ou síndrome da apnéia do sono obstrutiva, é caracterizado por episódios recorrentes de obstruções respiratórias durante o sono, causada por colapso das vias aéreas superiores. Com o relaxamento muscular e a obstrução parcial das vias aéreas, surge o ronco – um ruído produzido pela vibração dos tecidos moles.

Os fatores que comprometem a permeabilização das vias aéreas superiores contribuem para o ronco, como a hipertrofia dos cornetos, desvio de septo, pólipos e tumores nasofaríngeos. Eles provocam o aumento na resistência das vias aéreas, consequentemente na pressão negativa intraluminal durante a inspiração, o que resulta em tração e vibração dos tecidos.

A apnéia acontece quando há obstrução completa e o ronco é interrompido por períodos de silêncio e de parada respiratória, que dura alguns segundos até um minuto. Os períodos apnéicos terminam por microdespertares que produzem aumento do tônus muscular e permeabilizam a via aérea com ruídos respiratórios do tipo sussurro. Após um breve período de respiração, este ciclo se repete.

O que causa?

Em outras palavras, o ronco, que é o ruído causado pela dificuldade que o ar tem para passar pelas vias respiratórias, pode ser causado também pela flacidez dos músculos da garganta e boca, por desvio de septo nasal, excesso de peso, uso de calmantes e bebidas antes de dormir, rinite e amídalas grandes.

Experiências

Entre 30% e 40% dos adultos sofrem com o distúrbio respiratório, que é mais frequente nos homens e, geralmente, aumenta com a idade. Estima-se que mais de 60% das pessoas, acima dos 55 anos, sofrem com o barulho noturno.

Para os recém-casados o sono não anda fácil. Muitas mulheres alegam que já passaram algumas noites no sofá para evitar brigas e conseguir dormir, principalmente porque odeiam ser acordadas pelo ronco do esposo, por mais que eles dizem não ter culpa.

Tem solução?

O ronco tem solução. Dependendo do casão, o indivíduo pode ter que se submeter a uma cirurgia devido à hipertrofia da adenóide ou a um desvio de septo, por exemplo. Em outros casos, precisa tratar da rinite alérgica. Contudo, na grande maioria dos casos, o uso de um aparelho intraoral em adultos diminui o ronco de 80% a 100%.

Novidade

Uma startup dos Estados Unidos criou um respirador que pode acabar com esse problema, para quem ronca e para quem tenta dormir.

O Airing é um dispositivo que faz seus usuários respirarem melhor durante a noite, prometendo acabar com o ronco e ainda ajudar quem tem apneia. Com apenas cinco centímetros, e utilizando baterias de zinco, o aparelho encaixa perfeitamente nas vias respiratórias, mantendo os canais abertos para uma melhor respiração.

Os idealizadores dizem que a maior diferença é o conforto, pois o Airing é um dispositivo pequeno e que não atrapalha o sono, você só o utiliza uma vez e depois descarta, diferente das máscaras de oxigênio, que além de causar incomodo, precisam de limpeza e manutenção.

 

Se você ronca, está na hora de ir atrás de uma solução. O incomodo é muito grande. Roncar nunca mais.