Homem de barba: como realizar a manutenção e deixar ela sempre com vida?

Veja quais os cuidados necessários para manter a barba sempre em bom estado

Essa é uma moda que já foi e voltou muitas vezes.  A grande verdade é que os homens não têm muito como se reinventar como as mulheres, que a cada hora estão com uma cor de cabelo, um corte diferente ou um penteado que as diferenciem todos os dias.

E a barba tem esse dom de transformar radicalmente um garoto em homem. Todavia, ter e manter a barba requer alguns cuidados e, por piores que sejam, são diários, porque a barba cresce igual ao cabelo.

Limpeza

Assim como o cabelo, a barba também acumula impurezas ao decorrer do dia, por isso é importante uma higienização diária, principalmente aos adeptos do bigode. Os pelos ao redor da boca tendem a ter contato com comidas, etc.

Shampoo neutro (principalmente os infantis) são fundamentais para tirar todas as impurezas da barba. Não irrita a pele e deixa o pelo limpinho. Os sabonetes neutros também são favoráveis, já que evitam irritações da pele.

Alguns dermatologistas indicam usar condicionador nos pelos da barba para deixá-los bonitos e sedosos. O uso não deve ser diário, pois pode deixar a pele oleosa. Deixe agir por uns 5 minutos e verão o resultado.

Com mais barba, a pele tende a ter mais oleosidade e até, muitas vezes, uma Dermatite seborreica, a famosa caspa, porém muito mais pesada. Isso pode ser resolvido com shampoo anticaspa.

Aparar

Quem tem barba mais comprida é bom ter sempre em mãos, na hora da manutenção, uma tesoura ou uma maquininha de acabamento. Elas garantem uma firmeza maior para aparar os pelos que você acha que estão sobrando.

Normalmente as maquininhas vêm com um pente que você pode nivelar o tamanho que quer deixar a barba, assim como faz com o cabelo. São práticas e podem ser levadas para qualquer lugar, visto que geralmente são pequenas.

Outra dica importante é sempre barbear no sentido do crescimento do pelo e evitar fazer a barba quando a pele estiver com acne ou com outras lesões. Caso seja extremamente necessário, entretanto, inicie o processo pelas laterais onde os pelos são sensíveis, deixando o queixo por último e lavar com água fria após barbear, pois a baixa temperatura fecha os poros da pele e finalize aplicando produtos pós-barba, sem álcool.

Depois de aparar

Pode até parecer bobagem, mas o uso de pós-barba é extremamente importante para quem quer ficar com a barba em dia. É fundamental. Esses produtos contêm agentes antiinflamatórios, antissépticos e refrescantes, evitando sempre produtos alcoólicos que causam irritação na pele e podem ser encontrados de três formas: creme (utilizado para pele mais ressecada), em gel (indicado para pele oleosa) ou em espuma (indicado também para pele mais sensível e ressecada).

Manutenção

Não há uma periodicidade exata para fazer aquela visita ao barbeiro, mas você deve fazer a barba ou apenas apará-la (no caso de querer manter a barba mais encorpada) a cada dois dias. Esse cuidado evita irritação da pele e consequentemente o processo inflamatório chamado Foliculite, que causa vermelhidão, desconforto e até formação de pus.

Como citado, a manutenção deve ser feita de preferência com aparelhos elétricos. O resultado não é aquela pele tão lisinha, mas causa menos irritação. No caso das lâminas, deve optar por aquelas que tiverem o maior número de lâminas.

Pelos encravados

Além de escolher o banho como o momento mais adequado para barbear, a lâmina deve sempre estar em boas condições, evitando que se passe muitas vezes sobre a pele.

Recomenda-se não pressionar a lâmina com muita força sobre a pele, respeitando o sentido do crescimento do pelo e dando preferência a aparelhos com várias lâminas. Mesmo assim, se aparecer alguma inflamação ou pelo encravado, o ideal é procurar um dermatologista.

 

Mantenha sua barba em bom estado. Homem com barba bem feita e limpa atrai olhares de muitos. Cuide-se.