Febre: o shortinho

Trend que está dando o que falar

O inverno logo mais dará seus últimos dias, dando lugar ao calor. Com isso, algumas propostas interessantes para o guarda roupa masculino estão ganhando destaque no universo da moda. Uma das boas – mas questionável – é o shortinho. Presente em vários desfiles importantes lá fora e aqui, ele provoca divisão de opiniões e estranhamentos pela maioria dos homens.

O shortinho, para alguns homens, é uma peça de roupa ridícula. Isso porque entre os homens tirados a “machões”, têm preconceito com a peça. Na mente deles, acham que esse tipo de roupa é coisa de “bicha” e que homem que é homem não usa roupa acima do joelho além de cueca e sunga.

Na Inglaterra, já vem sendo usado por muitos homens. Eles usam essa peça em dias mais relax, dias de lazer. E a cada dia que passa, essa nova trend está chegando com força total no Brasil, e muitos brasileiros já aderiram. Muitas marcas já apostaram nesse novo modelo de short para os homens.

E por que não usá-lo? Se o intuito dos preocupados com a moda é justamente fugir do óbvio, o shortinho é uma boa saída para a estação que está chegando, sem falar no alívio que ele dá em meio a um clima tropical.

As reclamações de muitos são por conta do comprimento da peça, que é acima do joelho. Por esse motivo, tem muitos homens com medo de usar uma peça dessas em suas produções. Porém, não tema. Com o shortinho é possível criar produções formais, básicas, casuais e até mesmo sofisticadas. Na teoria parece um pouco complicado e estranho, mas na prática e boas dicas é possível sair da zona de conforto e fazer combinações incríveis.

Para os mais ousados, use a peça um pouco menor, mas não tão menor. E com cores, estampas e texturas diferentes. Caso você for uma pessoa discreta, use um modelo mais discreto e com tecido nobre. Com as peças certas é possível formar looks elegantes e sofisticados.

Não tenha medo de ousar, o shortinho curto é febre.