Existe diferença entre camisas sociais e casuais após tantos modelos diferenciados no mercado?

Há diferença entre as duas? Consegue identificar? Confira elas

Você sabe exatamente como usar cada tipo de camisa à disposição do mercado? A camisa social é a primeira que vem à mente quando os homens tentam enumerar as variedades existentes. Boa parte ainda não conhece todas ou não sabe diferenciá-las.

É muito comum os homens usarem uma camisa com um propósito errado ou uma produção equivocada, mas fica fácil de entender a função de cada uma quando tentamos dividi-las em seus estilos ou identificar para que ocasião sirva. Pensando nisso, é possível dividir as camisas em Social e Casual, mas não se enganem pensando que a divisão entre ela é a velha e rústica “social tem mangas longas, e casual mangas curtas”. É bem mais que isso.

 

Identificar a camisa social

– ideal para o uso de ternos e costumes, ela tem um belo caimento, elegância e dá a qualquer um aquele aspecto profissional e formal. Não é à toa que está sempre presente nos trajes escolhidos para eventos importantes;

– o colarinho é sempre rígido (engomado), mesmo no modelo americano, aquele com botões prendendo nas pontas, que não é tão formal, mas é aceito em ambientes mais liberais. Nos demais, a indispensável barbatana colocada no extremo do colarinho garante que ele não perca a sua forma;

– os punhos também são engomados, podendo ser fechados por 1 ou 2 botões, ou no caso do punho duplo, por abotoadoras;

– até pouco tempo atrás, as camisas sociais sempre eram lisas, hoje podemos encontrar modelos listrados, poá, microestampa ou com padrões em xadrez bem discreto;

– as cores variam, assim como os tons, mas os ideais para o trabalho são os claros, além da camisa branca, que é praticamente obrigatória;

– os tecidos mais comuns são o algodão (com destaque para o pima e o egípcio), tricoline, oxford, oxfordine e chambray. Também parecem em falso liso, os tecidos cuja trama forma um padrão, como a espinha de peixe, por exemplo;

– quando possuiu bolsos, são sempre em flat (chapados), pois o volume não é aceito nesse tipo de camisa;

– adereços como insígnias, martingales e dragonas não são parte da camisa social, no máximo você encontrará um pequeno bordado na altura do peito;

– geralmente são um pouco mais compridas que as casuais para ficar mais bem presas quando colocadas por dentro da calça;

– os botões são quase sempre de madre pérola (ou imitação do material), pequenos, discretos e neutros.

Identificar a camisa casual

– o colarinho não precisa ser rígido;

– camisas casuais nunca têm punhos duplos;

– é possível encontrá-las com os mais diversos tecidos, entre eles o algodão, linho, sarja, gaze, jeans, chambray e flanela;

– as de sarja pretas fazem o estilo rocker; as de linho clarinhas são perfeitas para o look casual de versão; ou seja, não há limitações de cores e tons, tudo depende do seu estilo;

– as estampas vão das pequenas com símbolos náuticos e micro padrões, até as xadrez grandes e estampa tropical;

– como são comumente usadas pelo lado de fora da calça, podem ser um pouco mais curtas, terminando entre a metade e o segundo terço do quadril ou até mais curtas, como é o caso das “camisetes”, dessa maneira elas impedem que as pernas pareçam mais curtas;

– os bolsos podem ser flat ou mais volumosos, principalmente em modelos com pegada militar ou lenhador;

– adereços como dragonas, martingales e insígnias são bem-vindos e ajudam a dar o ar casual;

– botões podem ser de madre pérola, metal, pressão ou imitação de madeira ou osso, algumas vezes chamando bastante atenção.

 

Sanada as dúvidas, não erre na escolha da camisa social ou casual para determinada ocasião e ambiente. Vista-se com consciência e de acordo com o estilo.