Etiqueta na mesa: como um homem deve se comportar em um “chic dinner”?

Veja a importância de uma boa etiqueta em jantares elegantes

Nem sempre a vida imita a arte, sobretudo se falarmos das novelas, mas, hoje, todos nós, homens, precisamos estar ligados em tudo, mesmo que sejamos daqueles que ainda acham que novela é coisa de mulher. Vale lembrar que as tramas são também inspiradas em coisas corriqueiras do cotidiano. Vivemos a Era da Imagem, aparência conta no ponto na hora da avaliação de seu desempenho em um jantar chique. A informação e o mico (gafe) rolam em tempo real.

 

Etiqueta à mesa americana

As regras americanas são as mais modernas e, também, as mais usadas. O garfo é usado na mão direita, enquanto a faca descansa na parte superior do prato, com a serra voltada para dentro. Na hora de usar a faca, troca-se de mão: o garfo vai para a mão esquerda e a faca é usada com a mão direita. Após isso, volta-se para a posição inicial: faca descansando, garfo na mão direita. Seguir as regras americanas implica em não usar a faca para “ajudar” a colocar a comida no garfo.

Na hora de descansar os talheres no prato, a faca fica na parte superior e o garfo pode ficar tanto na direita, quanto na esquerda (depende apenas e você é canhoto ou destro). Os dentes podem ficar virados para cima.

Etiqueta à mesa europeia

O estilo europeu de etiqueta é o mais sóbrio e tradicional. Nele, durante todo o tempo, o garfo fica na mão esquerda e a faca na direita. O garfo é usado com os dentes para baixo (a não ser, claro, que seja possível usá-lo assim). No modo europeu, é permitido usar a faca para colocar a comida no garfo, porém somente na parte traseira dele.

Para descansar os talheres no prato, o garfo fica do lado esquerdo e a faca do lado direito, podendo trocar-se ou não.

 

Seja seguido um estilo ou outro, algumas regras são universais e também devem ser aplicadas:

– A clássica dica de “comece a usar os talheres de fora para dentro” é realmente válida;

– Depois de serem colocados em uso, os talheres não devem mais ser encostados na mesa, apenas apoiados dentro do prato conforme o estilo de etiqueta a ser usada (modo europeu ou americano);

– De forma alguma gesticule com os talheres nas mãos. Sempre que for falar, coloque-os apoiados no prato;

– Para sinalizar para o garçom que você está satisfeito, coloque o garfo e a faca alinhados no prato, sendo o garfo ao lado esquerdo ou abaixo da faca. Para um entendimento mais claro, eles devem seguir as posições do ponteiro do relógio quanto atinge às 4 horas ou às 6 horas;

– Os talheres que não forem usados continuam na mesa, intocados;

– As facas de carne são utilizadas apenas para carnes vermelhas e aves. Os peixes têm a sua faca própria, que normalmente é usada apenas para afastar peles e espinhas que possam aparecer. Omeletes, legumes e outros alimentos devem ser cortados com o garfo;

– Massas como espaguetes e talharins não devem ser cortados. Enrole alguns poucos fios no garfo e leve à mesa;

– Na hora de tomar uma sopa, leve a colher à boca pela lateral. Incline-se um pouco para frente e evite que gotas caiam sobre a sua roupa;

– Não fale com a boca cheia e nem faça barulho ao mastigar. Faça-o com calma e lembre-se de que a mastigação é importante para a sua digestão;

– O guardanapo de tecido deve ser colocado no seu colo. O de papel, fica sobre a mesa, à direita do prato. Não dobre o guardanapo ao terminar, tentando deixar como o encontrou, na mesa, no início da refeição;

 

A elegância e a discrição são carros-chefe da etiqueta à mesa. Com a correria do dia a dia e refeições sendo feitas cada vez mais rápidas e informalmente, as etiquetas acabam sendo deixadas apenas para datas especiais – e quando precisa usá-las, não lembra ou não sabe por onde começar. Com prática e treino, tais atos tornarão naturais, até mesmo fora das formalidades.