Cuidados com os pés

Os pés também merecem cuidados especiais

Os pés sofrem o ano todo, é fato. Além de nos aguentar o dia inteiro, são verdadeiras vítimas das mudanças climáticas. No inverno, ressecam por conta dos banhos quentes e do frio; no verão, o uso de sandálias, chinelos os deixam ainda mais expostos, favorecendo rachaduras na região. E, mesmo sabendo de todos os perrengues que esses camaradas passam, muitos acabam se esquecendo de dar atenção especial a eles.

 

Higienize corretamente

Durante o banho, lave muito bem os pés com água e sabão para eliminar as bactérias acumuladas. Em seguida, seque-os bem, principalmente entre os dedos.

Evite micose: a umidade é a brecha perfeita para o problema dar as caras. Portanto, além de caprichar na secagem, procure usar sapatos fechados com meia de algodão, que ajudam na absorção do suor e protegem os pés contra contaminações.

Mau cheiro: recorra aos desodorantes para pés, bons aliados para mantê-los frescos e com a produção de suor controlada. Outra solução para livrar-se do odor ruim é evitar usar o mesmo par de calçados todos os dias e deixá-los expostos ao sol logo após o uso, permitindo sua ventilação.

Calos: substitua os sapatos muito apertados por versões confortáveis e lance mão de palmilhas de amortecimento. Protetores de silicone para calos também ajudam, pois evitam o atrito constante responsável pelo problema.

 

Esfoliar

Uma vez por semana, faça esfoliação suave com produtos específicos ou óleo de amêndoas e açúcar. Isso ajuda a remover as células mortas e renova a pele dos pés, deixando-a bem lisinha. Lixas devem ser usadas quinzenalmente – não menos que isso – para evitar agressões. Além do mais, o lixamento excessivo podo provocar rachaduras dolorosas e ser porta de entrada para fungos e bactérias, já que deixa os pés desprotegidos.

 

Hidratar

O hábito deve ser diário e praticado logo após o banho, quando a pele fica mais receptiva para absorver os produtos. Ao escolher o hidratante, vale procurar por fórmulas que contenham ativos, como uréia, glicerina e manteiga de karité, que são bastante emolientes.  Se o objetivo é renovar as células, os ácidos glicólico e salicílico são boas indicações. Para potencializar o efeito do creme, envolva os pés em papel filme, vista meias e permaneça assim por algumas horas.

 

Relaxar

Dia longo? Coloque os pés sobre um travesseiro, deixando-os mais altos que o restante do tronco. Aproveite para espalhar cremes com cânfora dos pés às panturrilhas. Tudo isso melhora a circulação sanguínea, o que ajuda a diminuir possíveis inchaços na região.

Escalda-pés: você só vai precisar de bacia, água morna, sal grosso e ervas aromáticas refrescantes, como eucalipto ou cânfora. Mantenha os pés imersos de 15 a 20 minutos e relaxe. Passar um pouquinho da mistura nas panturrilhas também é uma boa ideia.

Automassagem: com um creme, massageie sola, planta dos pés e calcanhares com movimentos de deslizamento, circulares e um pouco de pressão. Vale, ainda, estender a massagem até o tornozelo. Os benefícios vão desde a melhora do fluxo de sangue até o relaxamento e alívio de dores.

 

Cuidar das unhas

Fazer os pés quinzenalmente é essencial. Ao cortar as unhas, evite tirar os “cantinhos” e lixe apenas as pontinhas para deixá-las no formato quadrado, impedindo o encravamento. Em vez de remover as cutículas, é melhor só empurrá-las e hidratá-las. Elas formam uma barreira de proteção contra microrganismo, e sua remoção causa traumas que facilitam a proliferação de fungos e bactérias.

 

Cuide dos seus pés.