Cuidados com a pele durante o alto verão: como se proteger?

Veja os principais cuidados que devemos tomar para quando se expor ao sol

No verão, os dias ficam mais quentes e a exposição no sol aumenta. A radiação solar incide com mais intensidade sobre a Terra, aumentando os índices de queimaduras, câncer na pele e outros problemas. Na busca pelo bronzeamento perfeito, ficamos expostos geralmente sem nenhum tipo de cuidado ou precaução, o que é um risco para a saúde do corpo e principalmente da pele.

O básico da proteção é o uso do protetor solar UVA e UVB e, no verão, o fator de proteção deve ser maior. Segundo a dermatologista Bruna Bravo, coordenadora do Departamento de Cosmiatria da Sociedade Brasileira da Dermatologia do Rio de Janeiro, até mesmo embaixo da barraca, na praia, deve-se usar o filtro solar, porque a pele pode ser afetada pelo reflexo do sol na areia. Sendo que é preciso reaplicar de 2 horas em 2 horas.

Contudo, além do protetor solar, no verão é importante usar chapéu e roupas de algodão nas atividades ao ar livre, pois retêm cerca de 90% da radiação UV. Outros tecidos como o nylon retêm apenas 30%. Os óculos escuros também fazem diferença: previnem cataratas e lesões à córnea. Além de que é importante evitar a exposição solar entre 10 horas e 16 horas (horário de verão).

As temperaturas mais quentes exigem hidratação redobrada, por dentro e por fora. Aumentar a ingestão de líquidos no verão ajuda a não sofrer de desidratação. Por isso, abuse da água, sucos naturais e água de coco. Todos os dias, aplique um bom hidratante, que ajuda a manter a quantidade de água na pele entre 10% a 30%.

Alguns alimentos podem ajudar na prevenção dos danos que o sol causa à pele, como cenoura, abóbora, mamão, maçã e beterraba, pois contêm carotenóides, substância que se deposita na pele e retém as radiações ultravioletas – esta substância é encontrada nas frutas e legumes de cor alaranjada e avermelhada.

No verão, é normal querermos comer alimentos saudáveis, carnes grelhadas, alimentos crus e cozidos, frutas e legumes possuem um ato teor de água e um baixo teor de carboidratos e muitas fibras que também são comuns nessa época. O que devemos, sim, apostar nesses alimentos para ajudar na hidratação do corpo, prevenir doenças e sinais de envelhecimento.

No banho, use sabonetes compatíveis com o tipo de pele. A temperatura da água deve ser fria ou morna, para evitar o ressecamento.

É recomendável uma consulta ao dermatologista pelo menos uma vez por ano, visto que poderá detectar precocemente o câncer de pele e outras doenças que podem se curadas se descobertas no início.

Aproveite o calorão e a vida que o sol transmite com segurança, cuidado e moderação. Viva a melhor época do ano!