Como unir estilo ao pilotar uma Honda SH300i?

Veja como combinar o estilo ao pilotar uma moto

Para cada situação de pilotagem, peças de roupas feitas de jeans, de cordura ou de couro servem. Sempre prestante atenção ao terreno em que se trafega, nas condições adversas da pista e do clima, bem como a abrasividade do solo; a adequação da roupa deve estar de acordo com esses fatores.

No dia 06/10/2015, a Honda mostrou-se em seu estande no Salão Duas Rodas a nova SH300i. O modelo, que já soma mais de um milhão de unidade vendidas no mercado europeu desde 1984 com o lançamento da SH50, chega ao Brasil ainda neste ano (2016) para se posicionar no topo de linha de scooters da montadora japonesa.

Outro destaque da Honda SH300i é a tecnologia Honda Smart Key, um sistema que ativa a ignição e a abertura do banco quando o proprietário se encontra a dois metros de distância da scooter, além de possibilitar o acionamento do moter apenas com a proximidade da chave.

Perfeita para velocidades mais baixas, a SH300i possui um motor com um monocilindro de 279,1 cm³ SOCH (Single Over Head Camshaft) de 4 válvulas, 4 tempo, arrefecimento a líquido e injeção eletrônica PGM-FI (Injeção Programada de Combustível), com câmbio automático CVT (Honda V-Matic) e transmissão final por correia dentada. A suspensão dianteira possui garfo telescópico e a traseira, duplo amortecimento. Os freios são a disco e contam com tecnologia C-ABS (Combinado com Antitravamento).

Em geral, a roupa utilizada pelos motociclistas é uma roupa que oferece segurança. Já em ocorrência de chuva e calor intenso, a peça deve ser feita de cordura. Há também jaquetas e calças com forração interna, com proteções incluídas para proteger do frio e, no calor, têm entradas de ar que regulam e permitem a ventilação. O que é mais associável a quem trabalha, principalmente de terno. A corduras agem como um tratamento impermeabilizante, o que não causaria de danos – e ainda traria proteção ao terno –, deixando a peça longe de qualquer contado com a chuva, por exemplo.

Vai malhar? Ir ao mercado? Fazer uma atividade de lazer? Vai de jeans. Por ser uma peça que só oferecerá a segurança necessária se estiver com equipamento de segurança por baixo, o mais indicado é que se use proteções de forma independente ou se compre uma jaqueta que tenha essas proteções nas roupas. O uso de caneleiras e joelheiras atreladas à proteção de coluna e cotovelas é também bem-vindo. Já roupa de couro não é apenas estilosa, mas suas jaquetas mais simples costumam vir com proteção de forma embutida ou permitem que você possa vesti-las pro baixo.

Contudo, o couro é o mais utilizado. Devido em ser o mais abundante do mercado e o que possui o preço mais baixo, é utilizado como material nobre para a confecção de diversos artefatos para o uso humano, tais como: sapatos, cintos, carteiras, bolsas, malas pastas, casacos, chapéus, etc. São roupas mais leves, a fim de que o ar circule e que a proteção interna não se desvie em caso de impacto. No caso de serem rasgadas, as caneleiras, os protetores de coluna, de cotovelo e de costelas agem causando menos danos ao piloto.

Vale do seu estilo e momento para decidir qual usar. Há inúmeros fatores que interferem nessa decisão, tais como a chuva, sol, calor, frio, assim como lugar que irá.

Assegure sua segurança e conforto.