Como combater a oleosidade da pele?

Cuidados fundamentais para um rosto hidratado e sem bilho

Embora a oleosidade da sua pele ajude a protegê-la e combater os sinais de envelhecimento, muitas pessoas sofrem com o excesso de óleo, que pode causar manchas, espinhas e outros problemas. Existem diversos tratamentos caseiros ou com a supervisão de um médico, para ajudar a minimizar e combater esse problema.

Só quem sofre com isso sabe o drama que é controlar o excesso de brilho. Lavar o rosto várias vezes durante o dia, passar lencinhos umedecidos e produtos adstringentes são algumas das medidas preventivas comuns. Mas, quais delas realmente funcionam?

“É preciso prestar atenção no tipo de sabonete que você usa, na composição de produtos como maquiagem e até no seu corte de cabelo”, afirma o dermatologista Ademir Junior, da Sociedade Brasileira de Medicina Estética. Por isso, separamos dicas para proteger sua pele e ficar longe de cravos e espinhas:

Por que o rosto fica oleoso?

Segundo a dermatologista Dra. Mônica Aribi, fatores genéticos, o clima, a dieta e até o nível de estresse podem influenciar na produção de óleo do rosto. “Quanto mais frio, com temperaturas baixas, mais a pele produz óleo na intenção de defesa para não deixar ressecar”, explica a profissional.

Além disso, é comum que o rosto fique mais brilhoso conforme o dia vai passando. Isso acontece porque a oleosidade do rosto tende a ir aumentando conforme a pele fica exposta a fatores externos, como sol, frio, chuva e ar-condicionado.

CUIDADOS

Na hora do banho

O primeiro passo é regular a temperatura do seu chuveiro. Se estiver muito quente, removerá a oleosidade natural da sua pele, incentivando o organismo a produzir mais sebo. Resultado: acumulo de oleosidade. De preferência a temperaturas mais mornas ou frescas. Outro fator importante é a escolha do sabonete: use produtos específicos para o rosto e próprios para pele oleosa, os quais não agridem a pele desta região.

Lencinhos umedecidos

Eles até atuam aliviando o aspecto grudento, porém não ajudam na oleosidade. A ação é restrita ao alívio do desconforto. E o pior é que, alguns modelos, por conterem substâncias que desgastam a camada da pele, podem até contribuir para o aumento da produção de sebo. O conselho é substituí-los por loção adstringente e lenços de papel ou plaquinhas de algodão, que podem ser utilizados sem risco quando não há como lavar o rosto.

Efeitos da poluição

Atenção para com os agentes poluentes, eles facilitam a inflamação cutânea, e causam problemas como a acne. Espinhas já são consequências de quem tem pele oleosa, portanto, a junção dos dois agrava ainda mais e o cuidado deve ser dobrado.

Franja no rosto

O sebo produzido no couro cabeludo e presente no cabelo atingem a testa e o rosto.  Além disso, franjas sobre o rosto abafam a pele, inibindo ou dificultando sua respiração. Evite cortes que mantenham o cabelo em contato com o rosto ou mantenha-os presos com frequência.

Hidrate a pele

Embora isso possa parecer contraproducente, a oleosidade e a hidratação são duas coisas distintas. Falta de hidratação é um dos fatores agravantes da oleosidade excessiva. E até a pele oleosa pode ficar desidratada, e precisar de hidratação para permanecer saudável. Certifique-se de usar um hidratante leve e sem óleo.

Tome bastante água

Em dias frios, por exemplo, quando o ambiente fica seco, há uma desidratação natural da pele. Com isso, há o aumento da produção de óleo, como uma reação natural do organismo para amenizar a perda de água. Dessa forma, ao hidratar-se mais e consumir água e sucos naturais, esse efeito tende a ser menos nocivo.

Proteção contra o sol

Você NUNCA deve dispensá-la, no entanto é necessário o uso de protetores específicos para peles oleosas, com FPS 30 no mínimo. As fórmulas são pensadas não só para formar uma barreira contra os raios ultravioletas, mas também para tratar a oleosidade da pele, evitando que o problema aumente. O sol, aparentemente, pode até melhorar a oleosidade da pele, mas não tem nenhum efeito redutor como muitos pensam.

Antes de dormir

Deixar a pele respirar ou usar produtos específicos? Depois fazer a limpeza da pele com espuma facial e loção adstringente, é recomendado a aplicação de uma loção ou um gel para reduzir a oleosidade da sua pele. Pela manhã, não se esqueça de retirar o produto e passar protetor solar. Outra dica é abusar de tônicos e água miscelar ou termal.