Como a camisa polo pode ser uma aliada ao homem moderno?

Aprenda a criar combinações e saiba dicas para usar essa peça

 

A camisa polo surgiu no ano de 1927, quando o jogador de tênis René Lacoste decidiu criar uma roupa mais confortável para prática do esporte, oferecendo maior liberdade de movimentos durante o jogo. No entanto, apesar da sua origem esportiva, ela virou uma peça coringa e passou a ser usada até em visuais mais sofisticados e elegantes.

Apesar de nos últimos anos ela ter sido, de certa forma, desvalorizada e ter acabado seu auge, ela ainda é peça obrigatória no guarda-roupa masculino. Uma das suas vantagens é o fato dela compor tanto looks formais quanto os mais casuais.

Contudo, muitos homens não sabem escolher o tamanho certo, com o que usar, como combinar e suas sobreposições. Dessa forma, nós do Portal Nó de Gravata, separamos um guia básico para guiá-los nessa escolha.

TAMANHO

Como você já possa imaginar, o tamanho não segue apenas um padrão de estilo, mas também, diga-se de passagem, bom senso: nem muito grande, nem muito justa. Larga demais, caindo sobre as causas te deixará com um visual largado e não é o ideal. Apertada demais te deixará além de desconfortável, deselegante, denunciando até aqueles quilinhos indesejáveis. Confira:

#1 A linha de costura das mangas devem acompanhar a “linha” dos ombros

#2 As mangas devem terminar próximas à metade do bíceps

#3 O fim da camisa polo deve ser para baixo da linha da cintura.

#4 Existem modelos mais ajustados, sendo assim tome cuidado para que não fiquem “coladas” ao corpo.

Cores, listras e detalhes

Uma das vertentes mais famosas da polo, são as da linha rugby – peças que remetem aos uniformes britânicos. Esse estilo proporcionou uma liberdade para as marcas abusarem do que deveriam ser detalhes, cheias de números, listras e cores, a peça fica quase poluída. Assim, o ideal é sempre optar pelo simples, pelo básico.

Acessórios e cintos

Por ser uma peça puxada para o estilo clássico, o uso de acessórios é limitado. Nada de pulseiras ou colares, opte sempre em usar apenas um relógio. Uma dica legal é combinar um modelo com desenho mais tradicional com a camisa. O cinto é uma peça auxiliar no seu visual, sendo assim, você não vai querer chamar atenção para ele. Como sempre: aposte em cintos simples, com fivelas discretas e cores mais neutras.

Sobreposição

Suéteres, cardigãs e até um casaco mais pesado funcionam bem com a polo. O estilo traz o nome de “preppy”, o que pode ser chamado de “mauricinho” aqui no Brasil. Isso porque a combinação de um suéter com camisa social estilo polo por baixo era muito usado pelos mauricinhos, moços de famílias ricas e que sempre andavam bem vestidos e com um ar mais chique. Agora, o fundamental é NUNCA colocar outra camisa, camiseta, ou até essas regatas por baixo da polo.

Com calça

Para não erra, óbvio que a combinação certeira é optar pela calça jeans, as duas casam super bem, afinal, não atoa que essa combinação é tradicional. Outro modelo de calça interessante é a sarja – já falamos dela aqui. A ideia, mais uma vez, para não errar é optar pelo mais liso e neutro. Outra dica boa é produzir contraste: se sua polo for mais clara, combine com uma calça escura e vice-versa.

Com bermuda

Por ser de certa forma um estilo delicado, na hora usar shors ou bermudas com essa peça, a melhor escolha são aqueles modelos mais curtinhos, no máximo até o joelho. Com tecido mais fino, é um look ideal para essa época de temperaturas elevadas. Shorts mais largos, como muitos bolsos e modelagem cargo não fica legal, já que mistura o clássico com o mais descolado.

Sapatos

A camisa polo é bem democrática quanto à variedade de calçados. Tênis mais descolados, sapatênis e sapatos combinam com a peça. Sneackers e dockside são a máxima. Até chinelos, em um visual com shorts de verão, podem ser usados. Única alternativa que você deve evitar são os tênis esportivos, de corrida e prática de exercícios.

Dicas finais:

Não fuja das origens da polo, ela nasceu como uma peça esportiva, então usá-la colocando-a dentro da calça não fica bom, use-a para fora.

Importantíssimo: usá-las com a gola levantada não é legal e tão pouco “descolado”.