Chapéu: como escolher um modelo?

Conheça os tipos de modelos e dicas para usar o ano todo

Você sabia que no começo do século XX o chapéu masculino era peça obrigatória no visual de todos os homens? Usar esse acessório era considerado sinônimo de status e estilo. Por isso, era quase impossível ver um gentleman sem um destes.

Com o tempo, infelizmente, essa obrigatoriedade foi se perdendo e o acessório deixou de ter o seu valor. No entanto, como a moda se mescla e se altera com o passar dos anos, os chapéus voltaram com tudo nos últimos anos, e eu super apoio essa causa. Então, já que a moda permite, por que não se inspirar e escolher um? Confira as dicas e os modelos para buscar um que mais combine com você!

COMO ESCOLHER UM CHÁPEU

#1 Considere as necessidades do seu chapéu. É para uso diário ou ocasiões especiais? É pela moda ou para se proteger também? Em quais estações você pretende usá-lo? Essas perguntas podem restringir o seu leque de opções e facilitar na compra.

#2 Familiarize-se com os diferentes modelos. Pesquise antes de ir as lojas, conheça os modelos e marcas para ter certeza daquele que mais combine com seu estilo.

#3 Combine o estilo do chapéu com suas características físicas. A primeira regra ao se comprar um chapéu é que ele deve ser proporcional ao seu corpo. Ele deve equilibrar suas dimensões, não deixá-las exageradas.

– Os chapéus mais altos estilo cartolas e com as abas viradas para cima alongam o corpo, enquanto os que possuem abas largas e viradas para baixo fazem você parecer mais baixo.

– A aba de um chapéu não deve ser mais larga do que a largura dos seus ombros.

– Quanto maior seu porte, maior poderá ser o chapéu.

#4 Opte por uma cor que favoreça. Tanto seu tom de pele, quanto as formas de combinações com suas roupes, escolha aquele que mais adeque.

 #5 Pense em sua personalidade e no estilo das suas roupas. O chapéu é um elemento chamativo e por isso, deve complementar seus looks.

MODELOS

Coco

O chapéu coco é um dos mais famosos. Ele foi imortalizado pelo ator e comediante Charlie Chaplin, porém, esqueça esta ideia de que ele traz um visual antigo e pesado. Esse modelo é recomendável para usar com visuais mais leves e descontraídos.

Com a copa arredondada, sem sulco, com abas pequenas e curvadas, o chapéu coco foi adotado por boa parte da classe artística e está muito ligado ao meio cultural hoje em dia.

Panamá

Este é um dos mais conhecidos modelos de chapéu masculino do mundo. Apesar do nome, não se engane: o chapéu panamá é feito no Equador, ele só ganhou esse nome quando o ex-presidente norte-americano, Theodore Roosevelt, utilizou-o em uma visita ao Panamá.

Feito de palhas, ele possui aba larga com cone médio. O chapéu panamá, normalmente, tem o lanço em preto ou marrom, o qual ganhou muitas outras cores com a modernização. Essa é uma ótima escolha para os dias de verão. Além de serem leves e frescos, as abas grandes são boas para se proteger do sol.

Fedora

Outro conhecidinho dos homens modernos, o Fedora é um dos mais utilizados pelos homens durante o outono e inverno para se proteger do frio rigoroso.

Originalmente, esse chapéu é feito de feltro, porém é possível encontrá-lo em vários materiais diferentes. Ele tem aba média e um cone com tamanho bem próximo ao do panamá.

Trilby

O trilby é uma das variações do Fedora masculino. A grande diferença está na aba mais curta. A versão original deste modelo é em tons neutros, sendo também fabricada em feltro.

Apesar disso, você já deve ter visto este chapéu masculino em diferentes materiais e nas mais variadas cores. Isso porque o trilby caiu no gosto dos homens jovens e começou a ganhar cada vez mais variações.

Boater

O chapéu boater é bem famoso aqui no Brasil. Ele se popularizou símbolo da boemia do Rio de Janeiro, mas originalmente era usado pelos barqueiros americanos, de onde herdou o nome.

Este modelo é feito de palha, assim como o chapéu Panamá, mas tem uma estrutura mais forte. Outra diferença está no desenho. O boater tem aba reta, coroa lisa e copa média. Uma boa opção para curtir a noite no verão, ou passeios durante o dia.

Porky Pie

O chapéu Porky pie é o clássico dos cantores de jazz dos anos 20. Ele tem uma aba curta, coroa reta e copa baixa. É normalmente feito em tons neutros e é ótimo para usar durante o outono e inverno.

Assim como o chapéu Coco, o Porky Pie tem um grande apelo artístico e ajuda na construção de um visual mais culto para um show, teatro e outros eventos culturais.

Homburg

Os fãs de cinema com certeza conhecem o modelo de chapéu Homburg. Ele foi eternizado na figura de Michael Corleone, no clássico O Poderoso Chefão, considerado o maior filme da história do cinema Hollywoodiano.

Assim como o Porky Pie, o chapéu homburg é muito parecido com o Fedora, no entanto, ele possui uma aba curta e levemente levantada.